Assim como vários setores da sociedade, os donos de restaurantes e lanchonetes tiveram que se adaptar às mudanças impostas pela necessidade de isolamento social. O crescimento do delivery na pandemia foi exponencial e continuará aumentando.

Diante dessa realidade, nada melhor do que adotar práticas que estejam sintonizadas com essa tendência do mercado. É o que vamos mostrar neste post. Confira!

Crescimento do delivery na pandemia: como aproveitar essa onda

Empreendedores que atuam no ramo alimentício tiveram de investir pesado no delivery para sobreviverem ao longo da pandemia. Isso porque o cumprimento das exigências sanitárias fez com que as pessoas ficassem mais em casa.

Aliado a isso, houve as normas de restrições no número de clientes nos salões e, até mesmo, a proibição do atendimento presencial, ou seja, quem não investiu no delivery amargou sérios prejuízos ou foi à falência.

Com o auxílio da tecnologia, o delivery cresceu consideravelmente nos últimos meses, inclusive com dados comprovados em pesquisa.

O iFood, por exemplo, teve um crescimento de 418% nas entregas no comparativo entre março de 2021 e o mesmo mês de 2020. Tendência que se repetiu nas entregas em todas as cidades brasileiras: houve aumento de 23% nas metrópoles e 96% nos municípios menores, e o número de restaurantes com delivery online cresceu 39%.

Segundo o jornal da USP, o sistema de delivery é uma tendência mundial que continuará, com uma melhora na profissionalização e comprometimento com as entregas, ampliando a experiência do cliente.

Portanto, essa é a realidade do momento. Mas para atender com qualidade é preciso seguir alguns passos, como veremos a seguir.

Faça a gestão dos pedidos

Foi-se o tempo em que os donos de restaurantes ou lanchonetes colocavam comandas impressas no balcão para acompanhar os pedidos. Agora, tudo está automatizado.

Para você manter a agilidade nas entregas, sem errar nos cardápios, a dica é contar com um software de gestão integrada, fazendo um acompanhamento online dos pedidos em planilhas que trazem organização operacional.

Dessa maneira, é possível cumprir os prazos e ainda manter os clientes satisfeitos, aspectos fundamentais no sucesso do seu negócio.

Conte com embalagens de qualidade

Você já ouviu falar que a primeira impressão é a que fica? Pois as embalagens são o carro-chefe do delivery e devem ser escolhidas de acordo com o perfil dos seus clientes.

É possível personalizar as caixas, manter a temperatura dos alimentos e ainda fazer um marketing do seu estabelecimento aproveitando o espaço da própria embalagem.

Quer experiência mais agradável ao oferecer uma caixinha com mensagens positivas aos clientes? Ou até mesmo com o nome deles na embalagem? Inclusive, as embalagens são um diferencial competitivo. Para isso, é importante escolher um parceiro que tenha excelência no assunto e cases de sucesso.

Capacite seus colaboradores

A capacitação dos colaboradores é importante para acompanhar o crescimento do delivery na pandemia porque serão os funcionários quem atenderá aos clientes, tanto por meio de aplicativos de mensagem quanto via fone.

É preciso treiná-los para manter a educação nas falas, para embalarem adequadamente os alimentos e, também, para que as entregas estejam dentro do nível de excelência da empresa.

Ao colocar em prática essas dicas, certamente seu negócio estará sintonizado com o crescimento do delivery na pandemia, sempre oferecendo o melhor aos clientes.

Fonte: Scuadra