Santana de Parnaíba se mobiliza para conquistar selo de Estância Turística

​A fim de promover ainda mais o turismo em Santana de Parnaíba e transformar a cidade em uma Estância Turística, o prefeito Elvis Cezar e o seu pai, o deputado estadual Marmo Cezar, se reuniram, na última semana, com o secretário Estadual de Turismo, Vinicius Lummertz.

Na ocasião, foram discutidas metodologias para atrair turistas à cidade e diretrizes a serem tomadas para a conquista do selo. O reconhecimento enquanto Estância Turística é uma atribuição do Governo do Estado. Desde de 2016, municípios que possuem a certificação recebem incentivos extras da administração paulista para incrementar turismo e se desenvolverem enquanto rota de passeio. Atualmente, há 70 cidades classificadas, porém, nenhuma delas faz parte do oeste metropolitano.

O SinHoRes Osasco – Allphaville e Região apoia a iniciativa! O presidente Edson Pinto é membro titular do Conselho de Turismo da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo e do Conselho Municipal de Turismo de Santana de Parnaíba.

De acordo com deputado Marmo Cezar, para que Santana de Parnaíba seja alçada à categoria, a cidade tem que dar continuidade às políticas do Conselho Municipal de Turismo – Comtur e da construção do Plano Diretor de Turismo 2021, que preconizam o fortalecimento da cadeia produtiva do turismo e valorização dos atrativos históricos- culturais e naturais, como a arquitetura do Centro Histórico parnaibano. “No setor privado, o benefício do título estimulará o setor de serviços permitindo a implementação de novos empreendimentos turísticos, como hospedagens, receptivos, serviços de alimentação e bebidas, transportes, entretenimento e lazer”, ressaltou Marmo.

À reportagem, Elvis disse que o Plano Municipal de Turismo foi concluído e será apresentado em breve na Câmara Municipal. “O projeto contém uma série de medidas que visam inserir ainda mais a cidade na rota de passeio dos turistas”.

Para o prefeito, o fato do município já ter pontos turísticos tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) é um ponto a favor na busca pelo selo.

Sobre o Rio Tietê, que tem um trecho poluído que passa pela cidade, Elvis disse não ser empecilho . “É uma desvantagem, mas é uma situação para treinarmos outras habilidades”.

Fonte: Samara Najjar / Foto: Michela Brígida – Folha de Alphaville