Artigo: Regulamentação dos resorts integrados aos cassinos

Do grupo dos 20 países mais ricos do mundo, o G20, 93% têm jogos legalizados. Estimativas indicam que os jogos ilegais movimentam quase R$ 20 bilhões na economia do Brasil, sem qualquer regulação. Atualmente, os brasileiros representam 70% da ocupação e 50% do faturamento do Conrad Punta del Este Resort & Cassino, no Uruguai.

De acordo com o estudo realizado pelo mercado, a liberação dos cassinos integrados a resorts atrairia investimentos de R$50 bilhões para o Brasil.

Singapura serve de exemplo do poder transformador, para o turismo, da legalização dos resorts integrados. Dois grupos hoteleiros investiram mais de R$ 30 bilhões em dois empreendimentos com mais de quatro mil uhs. O número de visitantes internacionais em Singapura saltou de 9,7 milhões, em 2009, para 17,4 milhões, em 2017. A receita foi de US$26.8 bilhões no mesmo período. A título de comparação, o Brasil recebeu 6,6 milhões de turistas internacionais e faturou US$ 5,8 bilhões, em 2017.

O que estamos esperando?

Mario Beni, Professor Titular (aposentado) da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e colaborador do SinHoRes Osasco – Alphaville e Região